Google+ Followers

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

O meu próximo livro.


(...) Quem vive apenas para mandar, os arrogantes e donos do dinheiro, sem sequer reparam como está o tempo. Tempo para eles, é uma forma de ganhar dinheiro, roubando aquele ou aqueles pensando que a morte é só para os outros. Se a clareza do tempo de inverno, servisse como luz nas trevas, haveria mais justiça nos bens e no seu modo de produção; o nosso planeta, não seria maltratado nesta louca cobiça financeira. As árvores derrubadas ou incendiadas, a mando de carrascos dirigentes, por mãos também assassinas procurando um bem-estar próprio ou colectivo de poucos, tentando mudar a floresta para zona urbana e alguns fazendo furos de petróleo, matando lentamente a vida onde existiram nossos ancestrais. Em vez de tratar este, ainda belo mundo ao colo, alguns bandidos, eleitos pelo seu próprio povo, tratam a natureza como sua inimiga e a sua reacção terá efeito para todos. Claro que, os mais fracos, nas primeiras batalhas da destruição do nosso planeta, serão como os peões desta gente, como num tabuleiro de xadrez. (...) 

José Santos