Google+ Followers

terça-feira, 4 de março de 2014

"A Pianista dos Lobos"



Ao oposto do que nos foi contado com as estória que ouvimos, os lobos não nos comem e são capazes de nos ajudar. A alcateia é o melhor exemplo de paridade, solidariedade e justiça. A inteligência que o humano não tem, têm os lobos na sua sociedade. Têm dignidade e respeito para com os seus iguais; os seres humanos, NÓS, temos muito a estudar com eles.
No norte do país, Portugal, existe o lobo ibérico: tenha respeito por ele - muitos indivíduos já deram conta -, deve-se aprender com eles, por exemplo:

Os lobos respeita os velhos; o homem não!
Na alcateia, os mais experientes ensinam os mais novos; o homem não!
Na alcateia, os lobos cooperam em grupo; o homem não!
O lobo admira a natureza; o homem não!
O lobo ajuda o homem; o homem tenta abater o lobo!
Nos lobos, há igualdade social entre “os chefes” e os outros; os mais fortes ajudam os mais fracos! O homem pisa o fraco e curva-se com o superior!
É um absurdo, mas o animal racional não arranja uma sociedade harmoniosa como fazem os seus “irmãos", canídeos irracionais: OS LOBOS na sua alcateia!
Será com esta lição, que gira este romance!

Sem comentários:

Enviar um comentário