Google+ Followers

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

a escravatura dos portugueses


“Os grandes criminosos deste país não estão na cadeia” (A. Marinho e Pinto). Não, não estão! Estão nos órgãos do poder. De pouco vale uma afirmação destas quando mais de metade da nossa população, já rendidos na pobreza, esperam que Portugal paga a dívida. Depois das mentiras dos telejornais e seus comentadores, virá uma novela para iludir com os problemas dos outros. É este o Portugal que nem o governo, nem presidente e assessores conhecem e, até penso, a oposição espreita não vê. Se vê muito pior.

Já não somos um país independente! Falta um pulo para que essa cambada de gatunos, iletrados e vingativos dão como prenda a quem o aturou durante quatro – penosos – anos!

  

 

Sem comentários:

Enviar um comentário