Google+ Followers

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Não há paciência, de facto.




Muitos portugueses passaram, fizeram, colaboraram ou, pelo menos, festejaram uma Revolução em 74, enquanto outros a combatiam; passaram um século, um milénio; lutaram pelo independia de um de um pais – Timor Leste-, antes e depois, fizeram ou assistiram a comícios, ouviram – de borla – à melhor música portuguesa.

 Apesar de tudo, a emigração parou ou vinha passar os últimos anos a Portugal, fomos sempre uns pais livre, de gente livre!

Nunca tiveram um bom governo; é verdade!

Mas, nunca ninguém pensou que um bando de ladrões, PR e seus lacaios, muitos sem saber como, como falinhas mansas vendem o nosso país a retalhos, empresas e povo, já faminto!   

Sem comentários:

Enviar um comentário