Google+ Followers

sábado, 31 de maio de 2014

Penúria



‒ Por falar em fictício, actualmente no exterior, lá fora, o autêntico é duro, cruel. Temos aqui pertinho, nossos vizinhos, poucas pessoas mais ricas do mundo e das pessoas mais pobres da Europa. Os pobres trabalham ou trabalhavam, os ricos – ricos aqui são endinheirados – têm o apoio do estado e tribunais; por isso, a pobreza aumenta sempre na estrada da penúria que passa a Portugal! As diferenças são abissais, entre “boys “funcionários ou reformado de empresas privadas e empregado ou reformado de uma empresa privada! Tantas desigualdades, que alguns pintores tentam mostrar na arte, meninas.

Sem comentários:

Enviar um comentário