Google+ Followers

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

para comemorar os 100 dias de Nuno Crato, a ministro...

Cerca de 20 professores contratados que ficaram sem colocação estão no Ministério da Educação desde as 11h desta manhã e exigem ser recebidos pelo ministro Nuno Crato, avançou um canal de televisão. Estes professores ficaram excluídos da bolsa de recrutamento.




Já aqui denunciamos os concursos considerados fraudulentos pelos professores contratados. Os resultados saíram no passado dia 19 e geraram uma onda enorme de indignação. Muitos professores queixam-se que foram ultrapassados por colegas com menos anos de carreira, uma situação que levou a que este grupo de docentes se tenha concentrado no Palácio das Laranjeiras, em Lisboa, à espera de uma reunião com o ministro da Educação ou com o secretário de Estado do Ensino e Administração Escolar.



“Fomos ultrapassados por professores até 500 lugares abaixo” e “o Ministério da Educação vive numa república das bananas”, são algumas críticas ouvidas esta manhã no átrio das Laranjeiras, onde se situa o gabinete do ministro.

Sem comentários:

Enviar um comentário