Google+ Followers

sábado, 9 de novembro de 2013

"Quando temos sede parece-nos que poderíamos beber todo um oceano: é a fé”


(…) "Quando temos sede parece-nos que poderíamos beber todo um oceano: é a fé; e quando bebemos, bebemos um copo ou dois: é a ciência.” (…)

 (…) "Pensais honestamente, e por isso odiais o mundo todo. Detestais os crentes porque a fé é um indicador de estupidez e de ignorância; e detestais os descrentes porque não têm fé nem ideal. Odiais os velhos pelas suas mentalidades ultrapassadas, e os novos pelo seu liberalismo." (…)

 
(…)"Aquilo que provamos quando estamos apaixonados talvez seja o nosso estado normal. O amor mostra ao homem como é que ele deveria ser sempre." (…)

                                           (Anton Tchekhov)

 “Um dos mais famosos novelistas e dramaturgos russos, nasceu em Taganrog em 1860, e faleceu em 1906.”  

 

Sem comentários:

Enviar um comentário