Google+ Followers

domingo, 10 de março de 2013

É bom saber…


(…)Fica para depois! A juventude é um período muito curto no espaço do tempo de uma vida; sempre que desponta o momento de dar e receber prazer, é necessário aproveitá-lo nesse instante. É intuitivo: para fazer alguém feliz, é necessário amar a si próprio, da mesma forma que amamos o amante, pelo menos naquele momento. Não abafar os desejos do outro e alongar, com quietude, a conciliação dos orgasmos. Este arranjinho feminino foi fabricado por estas seis mulheres, de acordo com as oportunidades na altura existentes. Seis mulheres saciaram seis homens; seis homens saciaram seis mulheres e os doze dormiram saciados, na casa nobre, na casa antiga, no palheiro e num cesto! Tomaram banho a horas diferentes tal como o pequeno-almoço.(…) Pag. 172

“O Tesouro do Mar de Mansores”- de José Santos. Está escrito, preto no branco!

Sem comentários:

Enviar um comentário